Você é seguidor(a) de N°

quinta-feira, 30 de junho de 2011

[leia] Desperdício na cidade de Caraúbas

A notícia de que a Unidade de Beneficiamento de Pescado que foi construída em Caraúbas, com um custo de 1,2 milhão para os cofres públicos, não tem como funcionar por problemas da potência de energia e pela falta de pescado para torná-la produtiva. Aí eu fico sem entender como constroem uma unidade desse porte sem o mínimo de planejamento para ficar sem utilidade alguma. É preciso mais seriedade das pessoas responsáveis, pois um empreendimento tão caro como esse não pode ficar abandonado.

Nesse caso da Unidade de Beneficiamento de Pescado, faltou também um projeto que contemplasse os outros municípios, principalmente na produção da matéria-prima, já que sem o peixe não há como ela funcionar e só os produtores da cidade de Caraúbas não têm condições suficientes de produzir o que ela necessita para funcionar a contento. Então, era para os autores dessa obra terem realizado primeiro um estudo incluindo as outras cidades, garantindo a capacitação e a compra aos produtores, além de ter procurado instituições como Banco do Nordeste, Emater etc. para financiar e ofertar assistência técnica.

Por Márcio Costa

O blog comenta: assim como esta unidade, está sendo a Ufersa, se não fosse os alunos de Apodi fecharia as portas...

Um comentário:

Gachimonzeiro disse...

Concordo em relação a unidade de processamento, que deveria se ter um projeto mais sério para que ela não se torne mais um elefante branco em nosso RN. Já com relação a UFERSA/Caraúbas, tá na hora de parar com essa dor de cotovelo né jovem. Gosto muito do povo de Apodi, no entanto usando essas palavras com relação a NOSSA (minha, sua, de Cararaúbas de Apodi e de todo o Brasil) vc está sendo criança.

Abraço! vonuvio Praxedes