Você é seguidor(a) de N°

sábado, 9 de abril de 2011

[leia] Até quando a Apodi?


“Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome, pergunto o que há?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do (Apodi) Ceará”
.

Patativa do Assaré com adaptação do Prof. Roberland.

Fonte: Blog Alô Educação Apodi

7 comentários:

Anônimo disse...

(Apodi) Ceará”.??????


meu deus, abençoe esse menino...

Anônimo disse...

O ser humano aprende a falar com 3 anos. A ouvir, nunca.

Anônimo disse...

porque não apodi vizinho a tianguá ou marabá

Anônimo disse...

"enquanto os forte usa o amor os francos usa as armas."
pense nisso

Anônimo disse...

enquanto os fortes usam o amor os fracos usam as armas
pense nisso

Anônimo disse...

USA SIM!

aloeducacao disse...

Obrigado pela postagem!
Os anônimos que me desculpem...
mas a covardia não é para mim!
Daqui não "arredo" um pé!
Prof. ROBERLAND (ROBSTAR)