Você é seguidor(a) de N°

terça-feira, 1 de março de 2011

[leia] O blog é o aniversariante do dia. Leia com atenção galera!

O Blog ApoDiário está aniversariando nesta terça-feira, 01 de março. Completa seu 1° ano apenas. Como disse alguém quero agradecer de coração, a todos aqueles que durante todo esse tempo, construíram comigo esta vitória. A vitória da verdade e da luta pela emancipação política do nosso povo. Vocês me ajudaram a fazer um excelente trabalho de serviço prestado ao povo apodiense. Sempre motivados pelo espírito democrático e pela isonomia de direitos, sem preconceitos nem discriminação.

Fico feliz pelo apoio e reconhecimento do meu trabalho pelos internautas. São amigos, desconhecidos e anônimos que colaboraram com o processo democrático da informação. São pessoas que me conhecem, ou que apenas ouviram falar sobre Janio Duarte, mas que sabem da autenticidade dos meus pensamentos, das minhas ideias e da sinceridade dos meus atos. Agradeço a todos, indistintamente, pois entenderam que, sem a verdade, o caminho se torna obscuro, e logo se dará o desmascaramento dos hipócritas, a partir do surgimento do mais simples raio de lucidez e da coerência.

Agradeço, inclusive, aos que se posicionam contra. A fragilidade dos seus pensamentos das picuinhas utilizadas para referendá-lo nada mais foram do que elogios embutidos de rancor e ódio efêmero. E suas criticas tão logo foram diluídas no seu próprio veneno. Desculpe-me, mas não me dei o direito de ser unânime, por isso não me curvei, nem me curvarei, aos caprichos de poucos. Até porque a unanimidade não é uma boa companheira para os verdadeiros homens.

Não me envergonho de minha história de vida, pois é ela que me encoraja para enfrentar as adversidades cotidianas, e até as imundas injustiças cometidas pelos desconhecidos. As páginas escritas até hoje no livro da minha história serão, orgulhosamente, perpetuadas no grande poema do livro da eternidade. Orgulho-me de sempre escrever minhas denúncias e meus compromissos. A escrita é a única forma de garantir a presença física da mensagem. É a arma dos corajosos. Se tivesse medo do que denuncio e defendo, optaria pela oralidade, como o fazem os demagogos e os covardes.

Sem minha história escrita, eu não teria sido o que fui não seria o que sou tampouco serei o que ainda poderei ser. Não neguei, nem negarei, jamais, a realidade dos meus atos, nem a minha dignidade e, por conseguinte, nem a minha própria história.

Deixo claro, entretanto: dizem que ofendo as pessoas. É um erro. Trato as pessoas como adultos e não como crianças. Critico-as. Talvez seja tão incomum na nossa imprensa que as pessoas acham que é ofensa. Lembre-se sempre. Crítica não é raiva. É crítica às vezes estúpida. O leitor que julgue.

Obrigado a todos vocês pela leitura diária. Quantos acessos diários? Não é oportunidade de me vangloriar. E sim de me orgulhar. E você, meu caro leitor, é o motivo maior do meu orgulho. Obrigado.

3 comentários:

Prof. L.C.Sax disse...

PARABÉNS PELO BELÍSSIMO TRABALHO DE UTILIDADE PÚBLICA PRESTADA À NOSSA POPULAÇÃO.
FORTE ABRAÇO!

antonio augusto dantas-vulgo o mestre disse...

parabéns apodidiario pelo seu ótimo trabalho prestado aos leitores do blog

Anônimo disse...

esqueceu de agradecer a quem realmente deveria: o blog Apodibaixo do pano que foi la que voce iniciou e é um dos melhores do apodi.